domingo, 6 de setembro de 2009

Escrever

Escrever livros
Ler cartas
Reviver marcas
Olhar as águas

Limpar páginas
Sentir lágrimas
Criar asas
Entender mapas

Admirar matas
Ajudar Chiapas
Resgatar fábulas
Dormir as máscaras

Ouvir ameaças
Riscar facas
Pensar em almas
Calar as armas

4 comentários:

Vitinho Lessa disse...

Muito bons seus poemas cara, vc escreve muito bem.

abraço

J. C a r d i n disse...

Esse é um daqueles seus textos que mostram melhor a identificação que tenho com o que você escreve.

Escrever livros, ler cartas, reviver marcas, é muito verdadeiro.

Eu gosto muito do "resgate" e da mistura desse resgate ao atual, quando a gente revive. Soma, acrescenta.


Cada vez melhor, é mesmo.

Raphael Rodrigues da Silveira disse...

Tá começando a usar rimas. Eu me acho melhor com isso, sabia?

Um poema simples na grafia, mas que faz pensar bastante. Gostei! ;D

Bejo!

Vitinho Lessa disse...

Cara, queria te perguntar uma coisa, como vc conseguiu colocar esse player no seu blog?
Eu já tentei um monte de coisa e não consegui.

vlw

Abraço mano